Quarta-feira, 2 de Setembro de 2009

SÓ UMA MULHER SABE

Passar a vida inteira lutando contra
seu próprio cabelo.

Comprar uma blusa que não combina com nada, mas que pelo preço estava irresistível!
 



Saber de memória quem se casou, quem se separou e quem deixou a carreira.

Ter uma bolsa que parece a nécessaire da
avó do 007, de tantas coisas acumuladas
e incríveis que existem dentro dela.

Falar de intimidades que os homens
nem sequer imaginam.

Ser tratada como uma idiota pelos
mecânicos de uma oficina.

Fingir naturalidade durante um exame ginecológico.

O poder de uns jeans, o de uma blusa
de Lycra, para sustentar a estrutura
do corpo.

Ter crises conjugais, crises existenciais,
crises de identidade, crises de nervos!

Ser mãe solteira, mãe casada, mãe
separada e... mãe do marido!

Ver uma partida de futebol (só para fazer companhia ao noivo).

Lavar a calcinha no chuveiro, e depois
pendurá-la no porta-toalha (para horror
do sexo masculino).

Comer uma caixa inteira de bombons porque brigou com o noivo, passar mal, e se sentir destruída porque saiu da dieta.

Escutar que... "mulher ao volante é um
perigo constante."



Depilar as pernas a cada 15 dias, com cera!

Como se sente rasgando as meias na
entrada de uma festa.



Sentir-se pronta para conquistar o mundo
quando está usando um batom novo.

Sentir-se realmente infeliz porque não tem
uma roupa linda para sair (embora tenha
o armário repleto!).

 



Chorar no banho, olhando-se no espelho
para ver qual é o melhor ângulo.

Descobrir que sua relação e o mundo se
acabou... e depois descobrir que não era
nada mais que a síndrome
pré-menstrual.

Colocar uma faixa apertada para
disfarçar a barriga.

Dançar, cantar e caminhar no sétimo céu...
só porque "ele" ligou ou escreveu. (ESTOU CERTO QUE TE AMO).


Brigar, só para depois fazer as pazes.

Dizer não, para que ele insista bastante,
e depois dizer... sim!

Ficar esperando o marido na cama, quando ele está lendo sua revista esportiva...

O milagroso poder curativo de... um beijo...
um gesto...
e uma palavra doce.

 



Ser santa, filósofa, mestra, médica, psicóloga, redentora, administradora, cozinheira, organizadora, juíza... etc...
antes de
começar a pensar nela mesma.

Chorar, extasiada de felicidade e...
rir, tomada de fúria...

Enfim, só uma mulher sabe o
que é... ser Mulher!


Feliz Dia Internacional da Mulher!

 

publicado por Maria Glaene às 23:18
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Mãe Divindade Suprema

. Vovô e Vovó!

. Comemora-se o Dia dos Avó...

. Para você mamãe, com todo...

. Um garotinho perguntou à ...

. O preço do Amor

. Mãe, simplesmente mãe

. No dia em que Deus criou ...

. Esta é a grande dimensão ...

. Parabéns Mãe!!!

.arquivos

. Setembro 2009

. Maio 2009

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Fernando Pessoa

. A Corrente Da Felicidade

. Amiga Maldita

. Escolhe

. Eco da Vida

. Consertei o Mundo

. Milho Bom

. A piscina e a cruz

. Anos dourados...

. ***De todas as coisas que...

blogs SAPO

.subscrever feeds